Morte de estudante cristão expõe perseguição na Coreia do Norte
23/06/2017 10:14 em Novidades

A família de Otto Warmbier, cristão de 22 anos, que faleceu no dia 19 de junho, apenas uma semana depois de ser libertado em coma, após 15 meses de prisão na Coreia do Norte, declarou me entrevista que “completou a jornada para casa”.

Na semana passada, o pai de Otto disse que “não há desculpas para uma nação civilizada ter mantido em segredo a condição dele e ter negado cuidados médicos”. Além disso, declarou que ele e sua esposa, Cindy, ficaram 15 meses sem receber notícias do filho. O pai disse que não acredita na explicação do governo da Coreia do Norte para a morte de Otto. Segundo foi relatado, ele teria contraído botulismo após ter sido tratado com medicamentos para dormir.

Saiba mais: Coreia do Norte chama presidente dos EUA de ‘psicopata’

Quando voltou para os Estados Unidos sob vigilância médica, ele não conseguia falar, ver ou reagir a comandos verbais. “A tortura e os maus-tratos recebidos pelas autoridades norte-coreanas não deram chance a ele”, disseram os familiares.

Antes da morte, foi confirmado pelos médicos americanos que o jovem tinha sérios danos cerebrais. Mesmo não havendo sinais de abuso em seu corpo, os médicos não concordaram com a explicação para a morte do rapaz. “Os Estados Unidos mais uma vez condenam a brutalidade do regime norte-coreano, e lamentam sua última vítima”, declarou o presidente Donald Trump, que mandou condolências juntamente com a esposa.

A Coreia do Norte ocupa a 1ª posição na atual Lista Mundial da Perseguição e é o país mais fechado para o cristianismo pelo 15º ano consecutivo. Otto estava preso desde janeiro de 2016, condenado a 15 anos de trabalhos forçados. Ele foi acusado de roubar um cartaz de propaganda do hotel onde estava hospedado em Pyongyang.

– Ore por consolo para a família de Otto e por todos que o amavam.

– Kim Jong Un continua consolidando seu poder. Nenhuma mudança ou melhorias foram observadas no último ano. Ore para que o líder conheça o único Deus verdadeiro; ore por uma mudança dentro do regime e que o poder do mal seja quebrado.

– A situação dos cristãos é vulnerável e precária. Eles enfrentam perseguição de autoridades do Estado e da família, amigos e vizinhos. Ore para que Deus derrame sua graça e proteção.

– Ore por força e perseverança aos cristãos que sofrem em prisões, campos de trabalho forçado e áreas remotas, e eles que consigam testemunhar de Cristo independentemente das circunstâncias.

 

Fonte: Portas Abertas

COMENTÁRIOS